sexta-feira, 1 de agosto de 2014

Refletindo: Dias de Férias

Não são sempre perfeitos, viu?

No dia 29 de julho eu escrevi várias frases soltas que estavam na minha cabeça aqui no blog. Hoje, primeiro de agosto, não vai ser diferente, já aviso. Nesse momento eu estou na sala de jantar da casa dos meus pais, minha mãe está terminando o almoço, meu pai está desestressando tocando o violão na sala de estar (e detonando com a nossa audição) enquanto o Jeff está editando fotos na sala de vídeo, com enormes fones de ouvido tocando com certeza alguma música muito alta. Nem preciso dizer que internamente estou pedindo para o meu pai parar, embora saiba que isso tem uma importância enorme para ele. Ah, ele tem a mania de declamar as músicas ao invés de cantá-las.

Na verdade, o meu aniversário está chegando e eu sempre fico bem pensativa nos dias próximos. Daqui a quatro dias eu faço 24 anos e um turbilhão de coisas estão rondando a minha mente. Aí eu fico calada em vários momentos, e muitas pessoas próximas a mim acham que eu estou chateada. Na verdade, entendam por favor, eu preciso estar em mim mesma. Eu sei que falo bastante, mas tenho que estar em mim mesma em muitos momentos. É uma forma de sobreviver à minha personalidade. Então, por favor, aceitei o meu silêncio algumas vezes. Se eu estiver chateada, vou falar, com certeza.

Por esses dias vi no cinema Forrest Gump, aquele filme lindo, cheios de lições de vida e frases para o Facebook. Chorei como sempre, e saí pensando no filme. Eu adoro falar sobre filmes, mas também, dependendo do filme, gosto de pensar no filme em silêncio, digerindo momento nos quais eu me emocionei. Terminei de ler ontem o livro da Man Repeller (vou fazer um post sobre, se você já leu, me mande algum depoimento inbox pela fan page). Achei super interessante porque ela tem quase a minha idade e já escreveu um livro, com memórias e citações cotidianas que todas nós, um dia já vivemos coisas parecidas. Refleti que não importa muito o que você vai dizer, as pessoas sempre querem ouvir suas histórias, afinal, é a única coisa que levamos e deixamos nessa vida: as nossas memórias. 


Então, comprometi comigo mesma a não deixar as minhas memórias para trás. Vale contar para alguém, escrever um post como esse ou apenas dividir essa informação com quem queira, da forma que der. Tem coisa melhor do que contar os "causos" da nossa vida e dar boas risadas de momentos que na hora foram terríveis e você achou que iria morrer ou o mundo iria acabar?

Vale dizer também que estou me fartando com comidas engordativas. Isso não é motivo de orgulho, mas faz parte das férias e embora eu não esteja gostando do resultado, não vou me negar ao menos agora, de vivê-las. Ao menos estou na segunda garrafinha de água do dia. 


Ontem passamos a tarde inteira no Arpoador, recebendo as boas energias do sol e sem protetor solar. Claro, você acertou, esquecemos de comprar! Ainda bem que o sol foi generoso e mostrou sua beleza sem tirar a nossa. A tarde foi incrível, o por do sol foi espetacular e depois seguimos para Copacabana, em um início de noite nada a ver, qua claro, me fez pensar em muitas coisas, como por exemplo o fato de eu continuar comendo pastel de queijo quando na verdade eu sei que não me cai bem. 


E hoje, quando acordei e abri o Facebook, vi que saiu uma nota super legal lá na Zero Hora de Porto Alegre sobre a Grazie. Agradeço a Fernanda Pandolfi pela nota! ;) Vocês podem ver aqui também! E claro, Obrigada a Simone Chittolina que postou a nota no Facebook.


#Bom pessoal, quer dar seu pitaco? É só vir AQUI!

Bjos


quinta-feira, 31 de julho de 2014

Fashion: 14 Bolsas para tirar seu sono!

Bolsas, ah!!

Não sei com vocês, mas as bolsas lindas desse mundo tiram o meu sono! Adoro roupa, adoro sapato, mas o que mais gosto de comprar são as bolsas! Separei 14 que amo muito e sonhos quase todas as noites, rs. Vem se inspirar também e já pensar nas próximas aquisições!


 #Qual você mais gostou? Dê seu pitaco AQUI!

Bjos



quarta-feira, 30 de julho de 2014

Fashion: Flats, para que te quero?

Plástico, estilo indiano e muitas outras coisas!

Quem diria que os sapatos baixinhos, sem salto, confortáveis estariam cheios de estilo, e na "crista da onda"? O estilo "dress down" - falo dele mais tarde por aqui - está imperando, acreditem! Com tiras de couro, de plástico ou de corda, cada vez mais materiais diferentes estão aparecendo. Vem dar uma olhada e se inspirar! Ah, destaque especial para as sapatilhas inspiradas na cultura indiana, sem a lateral. Elegância pura!


 #Gostaram? Quem vai aderir? Dê seu pitaco AQUI!

Bjos

terça-feira, 29 de julho de 2014

Refletindo: O que o Rio me faz?

Muita reflexão, como sempre!

A única coisa que posso dizer é que adoro ser uma pessoa, que por sua vez adora ser quem é. Mesmo quando ainda não sei bem quem eu sou. Mas essa busca, nesse caminho, tudo é muito interessante. Reflito muito sobre a minha vida sempre que venho ao Rio. Reencontro papéis, textos e trabalhos das faculdades, livros que lia na infância, cômodos nos quais cresci e fui acompanhando a evolução e todas as reformas da casa. Além claro, de reencontrar a família e alguns amigos, o que me faz entrar em uma onda do tipo "o tempo está passando, pessoas estão morrendo e o que eu tô fazendo da minha vida (e com o meu Visa)?".


Sempre me senti na obrigação de fazer o melhor que posso com o que tenho, mas o problema é ter essa certeza de que estou fazendo o melhor que posso, quando eu sempre acho que posso fazer mais e melhor. Com o tempo isso vira uma bola de neve e uma pequena insatisfação com o dia a dia começa a surgir. Aí o Universo me dá férias. Outros ares, lugares novos, outros nem tanto, mas igualmente inspiradores. No meio das férias eu continua lendo revistas e livros, continuo me cuidando diligentemente (e até me cobro mais nesse quesito como não deixar de hidratar os cabelos e tomar chás desintoxicantes todos os dias), também procuro conhecer novos artistas, me inspirar em outros estilos de vida. Na verdade, férias pra mim é um momento de inspiração em tempo integral e somente isso. 


Então pessoal, tiro férias de tudo e ao mesmo tempo de nada. Mas, sobretudo, é um pequeno período para colocar a casa em ordem e voltar produzindo mais e melhor. Seja um texto ou um evento, sempre mais e melhor, e claro, do fundo do coração, com todo carinho que posso entregar para vocês. Vejo vários outros blogs, daqui e os de fora. Leio vários textos, vejo várias imagens, fotografias, e consigo perceber quando alguém faz com carinho e com sinceridade ou quando fazem por simples exposição da figura. Por conseguir perceber, encaro todos vocês como iguais e por isso tento ao máximo ser sincera e só fazer as coisas com carinho. Pois isso é sentido em cada imagem, em cada frase. 

Dias sem maquiagem, uma das minhas categorias na listinha!

Eu continuaria escrevendo, mas o post ficaria muito grande e mais confuso do que já está! Não liguem para o fato de nada combinar com nada, meio papo de bêbado, sabe? Mas é que acordei com vontade de escrever as palavras que aqui estão. Podem ter certeza, vieram todas do meu coração.

#Se quiserem, comentem AQUI!

Bjos



segunda-feira, 28 de julho de 2014

Fashion: Botas Altíssimas

Dá pra usar sim, viu?

A moda sempre é cercada de mitos, né? Entre eles, que as botas altíssimas são só para pessoas altas e magérrimas. Miroslava Duma, uma das fashionistas mais bacanas que eu conheço, é super baixinha e usa sem medo e fica linda! Dá pra usar com vestidos curtos, saias, shorts e até calças bem justinhas. O bom é que tudo fica bem quentinho e você ganha pontos de sensualidade sem ser vulgar - tem que prestar atenção nos complementos, né? -. Quer ver? Vem se inspirar também! Ah, eu usei AQUI e AQUI!


 #Vem usar botas altíssimas também!! Dê seu pitaco AQUI!

Bjos